Google+ Followers

Google+ Followers

quarta-feira, 3 de junho de 2009

Deus tem desígnios de felicidade para você.


Deus tem desígnios de felicidade para você A Bíblia e os documentos da Igreja usam esta expressão: “os desígnios de Deus”. Desígnio é o mais que um simples desejo, são as disposições de Deus: Seus planos, Seus projetos, Seus propósitos de amor para conosco. Ele tem desígnios de amor para a nossa vida e necessitamos entrar nos propósitos de Deus.Se caminharmos segundo a vontade de Deus, a nossa vida seguirá como um rio: tortuoso sim, com muitos obstáculos no seu leito, mas seguro em seu curso natural. Por outro lado, se não formos dóceis à vontade de Deus, não seremos pessoas felizes e realizadas.Muita coisa não dá certo em nossa vida porque não é a vontade de Deus nem é o caminho que Ele nos designou. Quando queimamos as etapas em nossa vida, nos desviamos do caminho traçado por Deus e acabamos nos perdendo.Todo ser que realiza a finalidade de sua existência é uma bênção para si e para os outros. E aquele que faz tudo ao contrário do que Deus lhe pede e foge da razão da sua própria existência, torna-se um infeliz, um frustado, um verdadeiro “desgraçado” porque fugiu da graça. A criatura humana foi criada para Deus. Quando se encaminha para Ele, torna-se uma felicidade e uma benção para si e para os outros.Assim como a árvore foi feita para dar frutos e transformar o gás carbônico em oxigênio, nós fomos feitos para Deus e esta é a razão da nossa vida; a família, os filhos, o emprego, a realização profissional e os serviços de modo geral são coisas secundárias, acréscimos. Tudo isso é passageiro. Nós nos canalizamos para Deus e, enquanto seguimos essa direção, caminhamos cada vez mais na alegria, na felicidade, na realização e na paz interior.Quando nos afastamos de Deus, nos tornamos uma “desgraça” para nós mesmo. Ficamos aborrecidos, tristes, perturbados, cheios de medo e muitas vezes acabamos perdendo o sentido da nossa próprio vida, ao nos afastar de Deus, deixamos nos envolver pelas decepções e frustrações, nada mais nos faz sentido. Nesse estado, muitos caem na droga, na bebida, no jogo, na prostituição e chegam até o ponto de tirar a própria vida.Aqueles que estão de bem com Deus, também estão com as outras pessoas. Mas se estamos de mal com Deus, daqui a pouco estaremos de mal com nós mesmos e com os outros. Quando não estamos bem interiormente, costumamos colocar a culpa em alguém. O problema, porém, somos nós mesmos.A nossa alegria, a conquista do bem nesta vida e na eternidade, depende da nossa obediência, que é o rumo que Deus dá a nossa vida. Não perdemos nada em obedecer. Infelizmente fomos marcados pela desobediência. O próprio pecado original colocou em nós esse veneno.Quando se fala em obediência a Deus, algo range dentro de nós, achamos que obedecer a Deus é sinônimo de sofrimento; é ser infeliz, pobre, doente, quando na verdade é justamente o contrário. É o inimigo que nos leva a pensar dessa maneira.Obedecer é um ato de vontade. Embora haja resistências em você, é preciso querer obedecer. A desobediência é o caminho da desgraça, enquanto a obediência é o caminho da salvação. É próprio do combatente obedecer. Ele segue ordens. Não é possível ser combatente do exército do Senhor e querer fazer as próprias vontades. Combatente é sinônimo de obediente.Queira ser um discípulo de Jesus, fiel aos Seus ensinamentos e dócil à Sua vontade. Peça ao Senhor a graça de ser obediente:Dá-me, Senhor, a graça da obediência.Quero seguir o caminho da obediência: Teus planos, Teus propósitos, Tuas inspirações.Não conheço os planos de felicidade que Tens para mim, por isso quero me sujeitar inteiramente, quero ser dócil.Mostra-me o caminho da obediência para que eu possa encontrar o caminho da vida, da alegria e da paz.Maria, mãe de Jesus e minha mãe, tu que foste a obediente por excelência, roga por mim diante de Jesus. Amém.Trecho do livro “Combatentes na alegria” de monsenhor Jonas Abib

Nenhum comentário:

Postar um comentário